O MISTÉRIO DO TRIÂNGULO DAS BERMUDAS

Tags

O Triângulo das Bermudas é um dos únicos dois lugares do mundo onde uma bússola não aponta para o norte magnético; Está situada no Oceano Atlântico entre as ilhas Bermudas,Porto Rico e Fort Lauderdale (Flórida)  e as Bahamas, Sua área tem variações constantes, essa variação ocorre por conta de fatores físicos, químicos, climáticos, geográficos e geofísicos da região, que influenciam  no cálculo de sua área.

O triangulo não existe em nenhum mapa oficial e portanto não tem como saber sua localização.  A área era muito utilizada na era das Grandes Navegações pelos navios viajantes da Europa que iam em direção das Américas para aproveitar os ventos da Corrente do Golfo. Com o tempo e o surgimento do s barcos com motores de combustão interna e as máquinas a vapor grande parte do tráfego  já não passava mais por esta área.   A região é conhecida por ter sido palco de desaparecimentos de aviões, barcos e navios; As causas dos acontecimentos tem explicações cientificas e/ou sobrenaturais.

A região é conhecida por ter sido palco de desaparecimentos de aviões, barcos e navios; As causas dos acontecimentos tem explicações cientificas e/ou sobrenaturais.

O primeiro desaparecimento documentado na história do Triângulo das Bermudas  foi feito  por E. V. W. Jones, jornalista da Associated Press, escreveu algumas matérias sobre desaparecimentos de barcos no triângulo. O jornalista  afirma que os desaparecimentos dos barcos, aviões e pequenos botes eram “misteriosos”. E deu a esta área o nome de “Triângulo do Diabo”.

Uma das explicação é que o suposto continente perdido de Atlântida;
Essa  história é muitas vezes ligada à formação rochosa submersa conhecida como Bimini Road nas Bahamas, que está no triângulo.

Atlântida, nos contos de Platão, era uma potência naval localizada na frente das Colunas de Hércules, que conquistou muitas partes da Europa Ocidental e África, aproximadamente 9600 a.C..  Mas há diversas hipótese  sobre onde se situaria Atlântida.

Atlântida  teria afundou no oceano após uma fracassada tentativa  de invadir Atenas.

Seguidores do  clarividente norte-americano, Edgar Cayce, tiveram a previsão de que a evidência de Atlântida seria encontrada em 1968, referindo-se à descoberta de Bimini Road.

Os geólogos consideram isso como sendo de origem natural.

O segundo grande  conceito atribui  os eventos aos OVNIs. Na maior parte dos casos foram comprovadas anomalias magnéticas nos aparelhos dos controles das naves, tanto de barcos como aviões.

Se isso for verdade, talvez, o principal motivo para que sejam produzidos tantos casos no Triângulo é que por ali as oportunidades para captura de exemplares humanos são maiores, já que em geral os supostos visitantes parecem evitar aterrizagens. Esse conceito afirma que a força base dos OVNIs poderia ser baseada na utilização das freqüências radiais. Isto explicaria  as anomalias eletrônicas encontradas em quase todos os incidentes registrados.

O Voo 19
Um dos desaparecimentos mais famosos do triângulo seria o Voo 19, que aconteceu em dezembro de 1945 quando uma esquadrilha de cinco Grumman TBF Avenger deixou sua base aérea e sumiu misteriosamente.

Cada avião contia três homens (um piloto, um radioperador e um artilheiro), com exceção de uma aeronave (que conduzia um piloto e um artilheiro).

O Capitão conseguiu fazer contato com a base e disse que estavam perdidos, a base solicitou que usa-se a bussola, mas o capitão afirmou que a bussola não estava funcionando.  A base aérea mandou um hidroavião para a busca, mas algum tempo depois da partida o piloto comunicou com a base dizendo que iria voltar pois o radio estava com problemas; Ao voltar a base mandou outro hidroavião, com treze tripulantes, que acabou também desaparecendo.

Uma investigação durou meses  mas até hoje não se tem  mais informações ou qualquer outra notícia sobre o ocorrido com o Voo 19.