Matemática, Breve História Cronológica da Matemática

Matemática, Breve História Cronológica da Matemática

#Matemática, Breve História Cronológica da Matemática
Aprox. 30000 a.C.: Povos paleolíticos na Europa central e França registram 'números' em ossos.

Aprox. 25000 a.C.: Desenhos geométricos rudimentares são usados.

Aprox. 5000 a.C.: Um sistema decimal está em uso no Egito.

Aprox. 4000 a.C.: Calendários babilônicos e egípcios em uso.

Aprox. 3400 a.C. Os primeiros símbolos para os números estão em uso no Egito.

Aprox. 3000 a.C. O ábaco é desenvolvido no Oriente Médio e em áreas envolta do Mediterrâneo. Um objeto parecido com o mesmo é usado na China. Numerais hieroglíficos em uso no Egito. Babilônicos começam a utilizar um sistema de numeração sexagesimal para registrar transações financeiras. É um sistema posicional, porém sem uma posição de valor zero.

Aprox. 2770 a.C. Calendário egípcio em uso.

Aprox. 2000 a.C. Harappans adota um sistema decimal uniforme de pesos e medidas.

Aprox. 1950 a.C. Babilônicos resolvem equação quadrática.

Aprox. 1900 a.C. O Papiro Moscou (também conhecido como Papiro Golenishev) é escrito. Ele contém detalhes da geometria Egípcia.

Aprox. 1850 a.C. Babilônicos conhecem o teorema de Pitágoras.

Aprox. 1800 a.C. Babilônicos usam tabelas (tábuas) de multiplicação.

Aprox. 1750 a.C. Os babilônicos resolvem equações algébricas lineares e quadráticas, compilam tábuas de raízes quadradas e cúbicas. Usam o teorema de Pitágoras e matemática para estender o conhecimento de astronomia.

Aprox. 1700 a.C. O Papiro Rhind (também conhecido como Papiro Ahmes) é escrito. Esse papiro mostra que os egípcios desenvolveram muitas técnicas de solução de problemas. Multiplicação é baseada em repetição de duplicações, e divisões em sucessivas divisões por dois.

Aprox. 1360 a.C. Um sistema decimal sem zero começa a ser usado na China.

Aprox. 1000 a.C. Chineses usam tábuas de contagem para calcular. Aprox. 800 a.C. Baudhayana é o autor de uma das mais antigas sulbasutras indianas.

Aprox. 750 a.C. Manava escreve uma Sulbasutra.

Aprox. 600 a.C. Apastamba escreve a sulbasutra mais interessante do ponto de vista da matemática.

Aprox. 575 a.C. Tales de Mileto traz o conhecimento babilônico para a Grécia. Ele usa geometria para resolver problemas como o cálculo da altura de pirâmides e as distâncias de embarcações até a costa.

Aprox. 540 a.C. Um sistema de contagem utilizando-se pauzinhos aparece na China. 530 a.C. Pitágoras de Samos muda-se para Crotona na Itália e ensina matemática, geometria, música e reencarnação.

Aprox. 500 a.C. O sistema numérico sexagesimal babilônico é usado para registrar e predizer a posição do Sol, da Lua e de planetas. Obra de Panini sobre o sânscrito é precursora da moderna teoria formal da linguagem.

Período entre 500 a.C. e 1 d.C.

Aprox. 465 a.C. Hippasus escreve sobre uma esfera de 12 pentágonos, a qual deve se referir ao dodecaedro.

Aprox. 450 a.C. Os gregos começam a utilizar numerais escritos. Zenão de Eléia apresenta o seu paradoxo.

Aprox. 440 a.C. Hipócrates de Cós (ou Chios) escreve Elementos, a primeira compilação de elementos da geometria.

Aprox. 430 a.C. Hípias de Elis inventa o quadratrix do qual ele pode ter se utilizado para triseccionar um ângulo e calcular a quadratura do círculo.

Aprox. 425 a.C. Teodoro de Cirene demonstra que certas raízes quadradas são irracionais. Isso já foi demostrado anteriormente mas não se sabe por quem.

Aprox. 400 a.C. Babilônicos usam um símbolo para indicar uma casa vazia em seus registros numéricos de escrita cuneiforme. Mas não se acredita que esse símbolo era considerado um número.

387 a.C. Platão funda sua Academia em Atenas.

Aprox. 375 a.C. Arquitas de Tarento desenvolve a mecânica. Estuda o problema clássico de duplicação do cubo e aplica a teoria matemática à música.

Aprox. 360 a.C. Eudoxo de Cnidus desenvolve a teoria da proporção e o método da exaustão.

Aprox. 320 a.C. Eudemo de Rodes escreve a História da geometria.

Aprox. 300 a.C. Euclides passa um desenvolvimento sistemático da geometria em seu 'Stoicheion' ('Os Elementos'). Também escreve as leis de reflexão em 'Catoptrics' (do grego 'kátoptron', espelho).

Aprox. 290 a.C. Aristarco de Samos utiliza um método geométrico para calcular a distância do Sol e da Lua à Terra.

Aprox. 250 a.C. Em 'Da Esfera e do Cilindro', Arquimedes mostra a fórmula para o cálculo de volume da esfera e do cilindro. Em 'A medida do círculo' ele mostra uma aproximação do valor do 'pi' que permitirá aproximações melhoradas. Em 'Dos corpos Flutuantes', apresenta o conhecido Princípio de Arquimedes e começa estudos de hidrostática. Escreve trabalhos em geometria bi e tridimensional, estudando círculos, esferas e espirais. Suas ideias são bem à frente das de seus contemporâneos e inclui aplicações de uma forma inicial de integração.

www.megatimes.com.br

Marcadores

Acre Administração Afeganistão África África do Sul Alagoas Albânia Alemanha Amapá Amazonas América Antarctica Arábia Saudita Argentina Armênia Arquitetura Artes Ásia Astronomia Austrália Áustria Automobilismo Azerbaijão Bahia Barbados Belarus Belgica Belize Biologia Bolívia Botswana Brasil Bulgária Burundi Butão Cabo Verde Camarões Camboja Canadá Cazaquistão Ceará Chile China Ciências Cinema Colômbia Comunicações Concursos Coreia do Norte Coreia do Sul Costa Rica Croácia Cuba Cultura Curiosidades Cursos Dicas Dicas Mulher Dinamarca Distrito Federal Dominica Ecologia (Meio Ambiente) Economia Educação Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Emprego Equador Eslováquia Eslovênia Espanha Espírito Santo Esportes Estados Unidos Estônia Estradas Etiópia Fiji Filipinas Filosofia Finlândia Física França Gastronomia Geografia Geórgia Goiás Grécia Groenlândia Guatemala Guerras na África Guiana Historia História do Brasil Holanda Honduras Hungria Iêmen India Indonesia Informática Inglaterra Internet Irã Iraque Irlanda Islândia Israel Itália Jamaica Japão Jordânia Laos Letônia Líbia Língua Portuguesa Literatura Madagascar Malásia Maranhão Marrocos Matemática Mato Grosso Mato Grosso do Sul Maurício Medicina México Minas Gerais Mitologia Moçambique Mongolia Música Myanmar Namibia Natureza Nepal Nicarágua Nigéria Noruega Nova Zelândia Omã Palau Panamá Paquistão Pará Paraguai Paraíba Paraná Pernambuco Peru Piauí Política Polônia Portugal Profissões Psicologia Quênia Química Reino Unido RELIGIÃO República Dominicana República Tcheca Rio de Janeiro Rio Grande do Norte Rio Grande do Sul Romênia Rondônia Roraima Russia Rússia Rwanda Santa Catarina São Cristóvão e Nevis São Paulo Saúde Senegal Sergipe Seychelles Singapura Síria Sociedade Somália Sri Lanka Sudão do Sul Suécia Suíça Suriname Tailândia Taiwan Tanzânia Tecnologia Timor Leste Tocantins Trinidad e Tobago Tunísia Turquia Ucrânia Uganda Uruguai Vanuatu Vaticano Venezuela Vietnam www.Klimanaturali.org Zimbábue
My Ping in TotalPing.com