Imperialismo, Política de Expansão de Poder Político

Imperialismo, Política de Expansão de Poder Político

IMPERIALISMO - POLÍTICA DE EXPANSÃO DE PODER POLÍTICO
Política de expansão de poder ou dominação de um Estado ou sistema político sobre outros. Realiza-se pela conquista ou anexação de territórios, pelo estabelecimento de protetorados e pelo controle de mercados ou monopólios. Envolve sempre o uso da força e tem como consequência a exploração econômica, em prejuízo dos Estados ou povos subjugados. Apesar de haver características imperialistas nas civilizações orientais antigas, na Grécia antiga, no Império Romano e na expansão marítima dos séculos XV e XVI, o termo imperialismo surge para designar a expansão das potências industriais europeias a partir de 1870, especialmente depois de concluídas a unificação da Alemanha e a da Itália. Mais tarde, em 1898, tem início a política imperialista norte-americana em direção ao Pacífico e à América Latina. Essa fase termina com o começo da I Guerra Mundial e a repartição, ocupação ou subordinação política e econômica da África e de grande parte da Ásia por alguns países europeus, pelo Japão e, em menor medida, pelos Estados Unidos. Entre 1914 e 1945, o imperialismo se caracteriza pela rápida expansão dos Estados totalitários, como a Alemanha nazista, a Itália fascista, o Japão e a União Soviética, que tentam estender suas hegemonias à Europa, à Ásia e à África. Após a II Guerra Mundial e o fim dos processos de descolonização da África e da Ásia, o imperialismo assume a forma de hegemonia política e econômica das duas superpotências, URSS e EUA, durante a Guerra Fria.

www.megatimes.com.br

Fonte: Mega Times e Klima Naturali
Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Posts Relacionados