AS DEZ MELHORES CIDADES DO MUNDO

Tags

A resposta pode “passear” pelo mundo de acordo com os critérios estabelecidos para a escolha, variando com o gosto do freguês. Uma cidade violenta, mas que possui ótimos restaurantes, poderá ser a escolhida por algum amante da boa gastronomia. O site da rede americana de notícias CNN decidiu minimizar esse tipo de distorção fazendo a sua própria lista das melhores cidades, usando o cruzamento de dados de três rankings especializados neste tipo de avaliação. O primeiro desses estudos é do Economist Intelligence Unit, braço de pesquisas e consultoria do grupo inglês Economist, que mede o ambiente de negócios nas cidades pelo mundo para formar um ranking dos melhores lugares para se empreender. O segundo estudo considerado pela CNN é o da Mercer, consultoria global em Recursos Humanos, que informa os melhores e piores lugares em que um profissional pode trabalhar no exterior. O terceiro indicador é da publicação britânica Monocle, que mantém escritórios em vários países com o objetivo de medir a qualidade de vida pelo mundo, incluindo não apenas as condições econômicas de cada lugar como suas ofertas nos campos da cultura, segurança, cuidados com a saúde e transportes. Cruzando os dados dos três indicadores, chegou-se a uma lista das dez melhores cidades do planeta, a seguir:

Vancouver (Canadá)

1 - Vancouver (Canadá)

Uma das cidades com a melhor relação entre população e área verde na América do Norte, Vancouver foi a última sede dos Jogos Olímpicos de Inverno. O sistema de saúde e as escolas são os pontos altos do local. A cidade tem seu forte no comércio internacional, por ser o maior porto do Canadá. O turismo é outra área para se empreender em Vancouver.

Auckland (Nova Zelândia)

2 - Auckland (Nova Zelândia)

A cidade não perdeu seu encanto com o crescimento, que a fez tornar-se a maior do país. Sua paisagem continua a privilegiar o encontro da natureza com o homem e seu sistema de saúde é tido como exemplar no mundo. O entretenimento é outro ponto alto de Auckland. A cidade tem um importante polo industrial e um ambiente de regulação flexível para o comércio internacional.

Honolulu (EUA)

3 - Honolulu (EUA)

Principal cidade do arquipélago americano do Hawaii, Honolulu é sinônimo de paraíso. É considerada pelos americanos como o lugar mais desejável para se viver neste mundo. É uma cidade com potencial inesgotável de negócios em turismo e esportes radicais, graças ao sol durante o ano todo e à hospitalidade de sua população.

Viena (Áustria)

4 - Viena (Áustria)

– Berço de alguns dos melhores músicos eruditos da história, a capital austríaca é um lugar em que se respira cultura. Seu patrimônio arquitetônico é admirável, mas é graças à sua localização privilegiada, no centro da Europa, que Viena é também um grande centro financeiro, ainda que não tão famoso quanto as grandes cidades da vizinha Alemanha. O turismo é a sua segunda fonte de riquezas.

 Cingapura

5 - Cingapura

Essa cidade-estado no sudeste da Ásia é conhecida como um vibrante centro econômico da região. Apesar de seu tamanho diminuto, a circulação de dinheiro no local pode ser avaliada pelo seu aeroporto, o melhor do mundo segundo profissionais do setor aéreo e os executivos que usam essa estrutura para fazer negócios no local. Sua rede de ensino e o transporte público de primeira qualidade também são marcas registradas.

Copenhague (Dinamarca)

6 - Copenhague (Dinamarca)

A capital desse pequeno país é um polo turístico da Europa, graças às paisagens sempre repletas de flores e sua arquitetura peculiar e colorida. Tem na tecnologia de informação mais uma importante atividade econômica, além do maior aeroporto da região da Escandinávia, um importante atrativo para os negócios.

Berlim (Alemanha)

7 - Berlim (Alemanha)

Antes símbolo de um planeta dividido e à beira da guerra, Berlim agora está unificada e voltou a ser a capital alemã, retomando seu posto de centro cultural global e importante polo econômico europeu. Tem o maior parque industrial da Alemanha, atividade que é símbolo da qualidade do país e a base de sua economia de exportação.

Sydney (Austrália)

8 - Sydney (Austrália)

Poucas cidades no mundo conseguem harmonizar qualidade de vida e trabalho como Sydney, maior cidade da Austrália. Suas lindas praias e a arquitetura arrojada formam um conjunto atraente para os milhares de estrangeiros que buscam a cidade como porta de entrada para negócios, uma oportunidade de emprego ou simplesmente participar de um curso para aprender o idioma local, o inglês.

Amsterdam (Holanda)

9 - Amsterdam (Holanda)

A capital holandesa elegeu o transporte por barcos e bicicletas como os preferenciais, uma atitude sábia e ambientalmente correta. Mas Amsterdam também é um centro financeiro e joalheiro dos mais importantes da Europa. Sua atmosfera cosmopolita criou ainda uma importante industrial de turismo na cidade.

Zurique (Suíça)

10 - Zurique (Suíça)

Símbolo da eficiência suíça, Zurique é uma das cidades mais ricas do mundo, por ser uma praça financeira historicamente segura, sem envolvimento em guerras, e que tem como marca registrada o sigilo das informações bancárias. Sua arquitetura e a vida social intensa também são reconhecidas como atrativos.