HOMEM MORDE CROCODILO E ESCAPA DA MORTE NA ÁFRICA

Tags

Um empresário se recupera em um hospital em Maláui, na África, depois de uma fuga dramática das garras de um crocodilo.

Segundo o policial Bob Mtekama, Mac Bosco Chawinga, de 43 anos, estava nadando no Lago Maláui, no distrito de Nkhata Bay para se refrescar depois de um dia de trabalho, quando foi atacado por um crocodilo.

"Os dois braços dele estavam completamente dentro da boca do crocodilo, e o animal estava arrastando ele para as águas fundas quando o empresário decidiu lutar", conta Mtekama.

Com os seus braços nas garras do crocodilo e as pernas balançando sem sucesso debaixo do animal, Chawinga decidiu que a sua única arma eram os seus dentes. Ele se jogou por cima do bicho e mordeu o nariz dele, uma das partes mais moles do corpo do crocodilo.

Fuga heróica
A mordida foi tão profunda, segundo o policial, que o animal teve de abondanar a sua presa.

Com os seus braços e pernas sangrando muito, Chawinga conseguiu nadar até as margens do lago e ficou deitado na areia quente.

Alguns pescadores o encontraram rodeado por uma "piscina de sangue" e o levaram para o hospital.

A fuga heróica de Chawinga das garras do crocodilo impressionou os moradores do local.

No auge da estação chuvosa, pelo menos duas pessoas morrem por dia atacadas por crocodilos.

Os corpos das vítimas raramentes são encontrados e, quando são, estão deformados e quase impossível de ser identificados.

O estado de saúde de Chawinga é estável, segundo um funcionário do hospital onde ele está sendo tratado.

Segundo o funcionário, Chawinga teve ferimentos profundos nos braços e nas pernas e deve ficar no hospital durante muito tempo.